Não acho que esse livro tenha superado minhas expectativas, acho que foi dentro do que eu esperava. Porém é um bom livro!

Título: Graceling: O Dom Extraordinário
Autor: Kristin Cashore
Páginas: 491
Ano: 2011
Editora: Rocco
Avaliação: ★ (bom)
Sinopse: Em seu livro de estreia, Kristin Cashore leva os leitores para o incrível mundo dos sete reinos, onde vive Katsa, uma jovem guerreira que descobre ter uma habilidade extraordinária: o dom de matar. Combinando elementos de fantasia e romance, a autora retrata habilmente as descobertas e as angústias da garota, evitada e temida pelo seu dom. O livro alcançou a lista dos mais vendidos do The New York Times e recebeu diversos prêmios, entre eles o de livro do ano da prestigiada Publishers Weekly. A jovem guerreira Katsa tem olhos de cores diferentes: um azul e outro verde. Esta peculiaridade não ressalta apenas a beleza da jovem, mas também a marca de um verdadeiro graceling, alguém com um dom extraordinário. Alguns são excelentes nadadores, dançarinos, cozinheiros, matemáticos. Mas o dom de Katsa é diferente e único: ela possui a habilidade de lutar e matar. Por causa disto, é usada como assassina pelo cruel rei de Middluns, o seu próprio tio.

✖✖✖

Não estava muito confiante de comprar esse livro. Não tinha gostado muito da capa e a sinopse não havia  chamado minha atenção, por isso o livro ficou um bom tempo na estante esperando pra ser lido, porque simplesmente os outros pareciam mais interessantes. Li a parte de trás do livro e têm um comentário da Publishers Weekly que dizia que esse livro iria “aplacar a sede dos fãs de Crepúsculo”, o que fez com que minha empolgação que já não era muita, acabasse caindo ainda mais. Quando abri o livro, além das folhas brancas, a capa também começou a descolar.

Por mais que as primeiras impressões não tenham sido lá aquelas coisas, resolvi deixar de julgar sem ao menos ter lido. Resolvi começar a leitura e o livro revelou-se bastante interessante, começou em um ritmo razoável, uma leitura rápida, com personagens de personalidades diferentes e vocabulário simples.

Katsa é uma personagem incrível! Eu adorei sua falta de confiança nos outros e o muro que ela cria em volta de si para não se misturar com as pessoas que só fez com que ela se machucasse. Vi algumas críticas negativas em relação a protagonista não se cuidar como mulher (ela não gosta de vestidos, maquiagem, sapato alto, etc) e que isso se tornou um problema. Eu não acho, ela gosta de estar lutando e não acho que um salto alto seria o melhor sapato para isso, por isso discordo dessa opinião.

Po é outro personagem que consegue te cativar. Por mais que Katsa sempre tente mantê-lo afastado, ele consegue surpreender não somente ela, como o próprio leitor e isso é maravilhoso.

Por mais que seja um mundo de fantasia, era óbvio que a autora não iria deixar de acrescentar um pouco de romance, o que eu achei que foi um ponto positivo. Diferente de várias distopias e fantasias em que há um triângulo amoroso, aqui não existe ponto positivo pra Kris. Ela conseguiu criar uma boa base para o romance, já que Katsa tem vários problemas na questão de falta de confiança em Po, sem contar os problemas de infância de Katsa. E quando a autora soube juntar ambas dificuldades, ela desenvolveu e criou belo romance.

A diagramação como eu disse no começo não é das melhores, porém eu amei a escolha das capas para a série. Na verdade são muitas capas diferentes no mundo todo, porém a brasileira é uma das minhas favoritas.

Vale lembrar que os direitos de adaptação para o cinema já foram comprados e provavelmente teremos um (ou mais) filmes vindo por aí.

Não acho que esse livro tenha superado minhas expectativas, acho que foi dentro do que eu esperava. Porém é um bom livro, recomendo para aqueles que gostam de fantasia e pretendo continuar a ler a trilogia. O segundo volume da trilogia já foi publicado pela editora Rocco, promete ser tão bom quanto Graceling. Não há previsão de lançamento para Bitterblue, o terceiro livro da série. 


✖✖✖


Kristin Cashore cresceu na zona rural do nordeste da Pensilvânia, como a segunda de quatro filhas. Ela recebeu um diploma de bacharel de Williams College e um mestrado a partir do Centro para o Estudo da Literatura Infantil em Simmons College, e ela tem trabalhado como um corredor de cão, um empacotador em uma fábrica de doces, uma assistente editorial, assistente jurídico e um escritor freelance. Ela viveu em muitos lugares incluindo Sydney, Nova York, Boston, Londres, Austin, e Jacksonville, Florida, e vive atualmente na área de Boston.

5 comentários:

  1. Olá, acabo de visitar seu blog e segui-lo. Lhe desejo foco, sucesso e força. Que conquiste muitas realizações através do mesmo. E também convido você e seus/suas leitores/leitoras a conhecer o meu blog: toobege.blogspot.com.br . Beijinhos e espero você lá também *0*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana. Muito obrigado, pode deixar que sempre vou aparecer por lá.

      Excluir
  2. Olá. Adorei a resenha, Já li vários comentários, tanto positivos quanto negativos, sobre este livro. Espero ler ele em breve.

    Te indiquei para um selo: http://incontrolaveispalavras.blogspot.com.br/2013/11/selo-versatile-blogger-award.html

    Parabéns pelo Blog.

    Beijos!

    http://incontrolaveispalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um bom livro, experimente lê-lo. Em breve respondo o selo, aqui. Obrigado!

      Excluir
  3. Amei, muito interessante seu blog. Abs
    http://cristinadeutsch.blogspot.de

    ResponderExcluir

 
Top